Porque triturar os grãos oferecidos aos ruminantes

Porque triturar os grãos oferecidos aos ruminantes

Por que triturar os grãos oferecidos aos ruminantes?

 

O milho é uma das fontes energéticas mais utilizadas na alimentação de vacas leiteiras e bovinos de corte. O produto pode ser oferecido na forma de grão ou na forma de silagem.

            Através destes alimentos, os animais conseguem produzir a energia necessária para a formação de leite, deposição de músculos e carne, assim como para etapas fisiológicas importantes, como a reprodução.

            Conforme explica a Médica Veterinária, mestre em Ciência e Produção Animal e professora do curso de Medicina Veterinária da Unochapecó, Juscivete Fátima Fávero, a partir do momento que o grão de milho cai no rúmen, que é um dos compartimentos do estômago do animal, ele vai ser metabolizado e vai produzir essa energia.

 

Melhor forma de oferecer os grãos de milho aos animais

A melhor forma de oferecer o milho ao animal é de modo quebrado ou triturado, isso porque a energia oferecida está dentro da semente, que é onde se encontra o amido.

“Como o ruminante é um animal que tem a sua digestão através de fermentação feita por bactérias, esse grão precisa estar quebrado para que eles consigam chegar no amido do milho e produzir, através dos processos fermentativos e químicos, a energia”, explica Fávero.

Se não estiver quebrado, as bactérias não terão acesso direto e assim não conseguirão aproveitar ao máximo os benefícios da semente, ou seja, ele vai passar a nível intestinal e vai ser eliminado pelas fezes.

 

Milho quebrado ou triturado e milho inteiro: confira a comparação

Milho quebrado ou triturado

Milho inteiro

  • Fácil digestão;
  • Aproveitamento total do grão oferecido;
  • Pode ser misturado com outros aditivos e componentes fontes de proteínas.
  • Passagem direta do grão no rúmen;
  • Grão eliminado inteiro pelas fezes, sem oferecer a energia necessária ao animal;
  • Mais custo de produção.